Home

CEPES: CENTRO DE PESQUISA DO HOSPITAL POMPÉIA

O CEPES é responsável pela avaliação de projetos de pesquisa a serem realizados na Instituição e também pelo acompanhamento da realização dos mesmos.

Missão:

Pesquisa, desenvolvimento, inovação, assistência científica e difusão do conhecimento técnico – científico em benefício da sociedade.

Visão:

Ser referência por excelência em pesquisa clínica e produção técnico-científica.

Objetivos principais:

- Incentivar a pesquisa e produção científica;

- Contribuir nos processos de desenvolvimento de projetos de pesquisa e inovações tecnológicas na Instituição.

- Avaliar os projetos de pesquisa tanto científica quanto financeiramente de acordo com os interesses da Instituição
Todos os projetos de pesquisa e estudos clínicos devem ser realizados segundo a ética, mantendo o rigor científico, a veracidade e o sigilo das informações.
Para os estudos clínicos envolvendo pesquisa em seres humanos os Princípios das Boas Práticas Clínicas devem ser seguidos:


1. Os ensaios clínicos devem ser conduzidos apenas se os benefícios antecipados para o indivíduo sujeito da pesquisa e para a sociedade ultrapassarem claramente os riscos envolvidos.


2. Embora o benefício dos resultados do ensaio clínico para a ciência e a sociedade sejam importantes e devem ser considerados, as considerações mais importantes são as relativas aos direitos, segurança e bem-estar dos sujeitos de pesquisa.


3. Um ensaio clínico deve ser conduzido em consonância com o protocolo que recebeu aprovação/opinião favorável anteriormente por parte da comissão de revisão institucional (CRI)/comitê independente de ética (CEI).


4. A aprovação de ensaios clínicos depende de informações não-clínicas adequadas e, quando aplicável, de informações clínicas dos produtos em investigação.


5. Os ensaios clínicos devem ser cientificamente sólidos e descritos protocolos claros e detalhados.


6. Deve-se obter o consentimento informado dado livremente por cada sujeito antes da participação nos ensaios clínicos.


7. Médicos qualificados devem ser responsáveis pelo atendimento médico dos sujeitos da pesquisa, bem como para qualquer decisão médica tomada em seu nome.


8. Esses profissionais devem ser qualificados adequadamente por meio de educação, treinamento e experiência para desempenhar suas tarefas relativas ao ensaio clínico e aos sujeitos da pesquisa.


9. O registro, o manuseio e o armazenamento de todas as informações do ensaio clínico devem ser apropriados para permitir o relato, a interpretação e a verificação precisos do ensaio.


10. A privacidade dos registros que poderiam identificar os sujeitos deve ser protegida, respeitando a privacidade e as regras de privacidade, em consonância com a(s) exigência(s) regulatória(s) aplicável (is).


11. Os produtos em investigação devem ser manufaturados, manejados e armazenados de acordo com as boas práticas de fabricação (BPF) aplicáveis e devem ser usados em consonância com o protocolo aprovado.


12. Devem ser implementados sistemas com procedimentos que assegurem a qualidade de cada aspecto do ensaio clínico.