Notícias

17/09/2018

Hospital Pompéia promove ações que incentivam a doação de órgãos e tecidos

O Hospital Pompéia está novamente engajado na campanha nacional de Doação de Órgãos e Tecidos. Durante o mês de setembro, ações serão promovidas com o intuito de  estimular o diálogo dentro das famílias informando aos parentes sobre o desejo de ser doador.

O mês contará com diversas atividades, entre elas, uma ação social no dia 27, das 9h às 16h, com verificação de pressão e testes de glicose em frente ao Pompéia. No dia 28, das 9h às 16h, ocorrerá distribuição de material informativo e esclarecimento de dúvidas ao público em frente ao Prataviera Shopping. A programação inclui também palestras internas para os profissionais da instituição.

A fachada do Hospital está iluminada com a cor verde, em referência ao Setembro Verde, a cor da campanha.

Eu Sou – Doador de Órgãos

Neste ano, o Hospital Pompéia desenvolveu uma campanha, em parceira com a Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho, sobre doação de órgãos e tecidos. Funcionários de diversas áreas do Pompéia são os protagonistas desta ação, que leva o slogan “Eu Sou Doador de Órgãos”. A ideia é despertar atenção e curiosidade à população e a manifestação de uma opinião tão importante de um gesto de solidariedade que pode salvar mais vidas e melhorar a saúde de centenas de pessoas. 

O principal motivo para que um órgão não seja doado no Brasil é a negativa familiar. Apesar do aumento nos números de doações, a resistência por parte dos parentes ainda é um desafio.  Segundo o Banco de Olhos da instituição, em 2017 foram 124 doações, alta de 18% em relação ao ano de 2016. No entanto, nos órgãos que poderiam ser transferidos para pacientes que correm risco de morte, pouco mais da metade se transforma em doação.

Os dados do Pompéia constatam que a negativa familiar aliada a falta de conhecimento são os problemas mais frequentes no sistema de transplantes. As famílias que foram consultadas no ano de 2017, 150 não deram autorização, alta de 12% em relação ao ano de 2016 e de 17% no ano de 2015.

“O número de notificações de morte cerebral cresceu, porém o número de doadores permanece estável, próximo dos 50%. Essa campanha é essencial para provocar uma conversa entre a família, pois somente os familiares poderão autorizar a doação dos órgãos e tecidos”, destaca Ana Paula Concatto, enfermeira da Organização de Procura de Órgãos (OPO3).

Confira a programação:

24 DE SETEMBRO (Segunda)

Palestra interna "Acolhimento familiar na Doação de Órgãos"

Palestrante: Psicol. Patrícia Camassola

Horário: 16h30min

Local: auditório do Hospital Pompéia (9º andar)

25 DE SETEMBRO (Terça-feira)

Palestra interna “Mitos e verdades sobre Morte Encefálica”

Palestrante: Dr. Rafael Lessa

Horário: 10h

Local: auditório do Hospital Pompéia (9º andar)

25 DE SETEMBRO (Terça-feira)

Palestra interna "Potencial Doador de Órgãos na UTI"

Palestrante: Dra. Fernanda Canever

Horário: 15h

Local: auditório do Hospital Pompéia (2º andar)

26 DE SETEMBRO (Quarta-feira)

Palestra interna "Potencial Doador de Órgãos na UTI"

Palestrante: Dra. Fernanda Canever

Horário: 10h

Local: auditório do Hospital Pompéia (9º andar)

27 DE SETEMBRO (Quinta-feira)

Palestra interna “Acolhimento Familiar na Doação de Órgãos"

Palestrante: Psicol. Débora Cavali

Horário: 10h

Local: auditório do Hospital Pompéia (9º andar)

27 DE SETEMBRO (Quinta-feira)

Ação social com verificação de pressão e testes de glicose

Horário: 9h às 16h

Local: em frente ao Hospital Pompéia

28 DE SETEMBRO (Sexta-feira)

Ação social com distribuição de materiais informativos e esclarecimento de dúvidas ao público

Horário: 9h às 16h

Local: Prataviera Shopping

 

 

 

Compartilhe